Redes Sociais:
HomeNotíciaPolíticaTemer diz que combate a corrupção e responde a acusações de empresário

Temer diz que combate a corrupção e responde a acusações de empresário

O presidente Michel Temer divulgou  um vídeo nas redes sociais no qual afirma que as suas políticas  têm combatido a corrupção e o enriquecimento ilícito. “Acabamos com os favores que privilegiavam apenas algumas poucas empresas. Cortamos as práticas que permitiam a criminosos crescer à sombra dos ilícitos e do dinheiro público jorrado sem limite e com juros camaradas. E muita gente não gostou disso”, diz o presidente, que é investigado pelo Ministério Público e Polícia Federal, por suspeita de crimes de corrupção, obstrução de justiça e organização criminosa.


África 21 Digital, com Agência Brasil


                                                                                                                                     FOTO: BETO BARATA/PR/ARQ

No vídeo, Temer afirma, sem citar nomes, que esses criminosos [numa alusão à recente entrevista do empresário Joesley Batista que, em entrevista à revista Época, reafirma acusações contra Temer e diz que o presidente chefia uma “organização criminosa”] “apontam o dedo para outros tentando fugir da punição”, mas serão responsabilizados.

“Já está claro o roteiro que criaram para justificar seus crimes: apontam o dedo para outros tentando fugir da punição. Aviso aos criminosos que não sairão impunes. Pagarão o que devem e serão responsabilizados pelos seus ilícitos”, afirma Michel Temer.

A fala de Temer ocorre dias após a publicação de uma entrevista do empresário Joesley Batista pela revista Época. Na reportagem, Joesley disse que sempre que se encontrava com Temer, era para que este “pedisse alguma coisa ou alguma informação”. Ao firmar acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR), o empresário entregou uma gravação de uma conversa com Temer, cujo áudio veio a público em maio e que compromete o presidente da República.

O Brasil “nos trilhos”, segundo Temer

Temer diz que não fará retaliações. “Não pratico retaliações. Por tradição e formação, acredito na Justiça. Sempre respeitei a independência dos Poderes. É assim que continuarei agindo. O Brasil está mais forte,  na economia e na gestão. E está mais forte porque tivemos a coragem de propor reformas necessárias e nunca alcançadas”.

Temer lembrou, no vídeo divulgado em sua conta no Twitter, de algumas medidas de sua gestão . “Trouxemos a inflação para abaixo do centro da meta depois de muitos anos de tolerância com a carestia. Os juros caíram. […] Atraímos empresas internacionais renomadas para gerir nossos aeroportos, em condições justas, realistas e que preservaram o interesse nacional. Efetivamente, estamos colocando o Brasil nos trilhos”.

Viagem à Rússia e à Noruega em busca de investimentos

O presidente inicia o vídeo falando da viagem que faz à Rússia. O presidente embarcou na tarde de segunda-feira (19) rumo à Europa. “Hoje, inicio viagem oficial à Rússia, onde investidores acreditam na economia brasileira, na capacidade criativa de nosso povo para gerar empregos e renda. […] Buscarei investimentos nas áreas de petróleo e gás, farei avançar negócios na agricultura, buscarei trazer novas tecnologias em setores estratégicos e ampliar nossos contatos com o mercado europeu, onde existem grandes oportunidades para vários setores produtivos de nosso país”.

Temer encerra sua fala citando as reformas trabalhista e previdenciária, que considera vitais para recuperação econômica do país e tramitam no Congresso. “Reformas que combatem privilégios e regalias. Estamos modernizando nosso país. Muito ainda está por ser feito. Vamos agir. Vamos resistir. Vamos trabalhar. […] A hora é essa. É agora. É hora de continuar a reconstruir o país e, por isso, não podemos parar um segundo”.

Compartilhar

Escrito por: África 21 Digital

Último Comentário

  • Verdadeiro cara de Pau. Felizmente que a Justica esta apanhndo os verddeiros criminosos e claro que faltam alguns. Mas a cupula do PMDB esta visistando a carceragem. onde esta Cunha?Alves, Rocha Loures etc etc? Quanso andava de.carona borlista no jatinho do empresariO ele nao era criminosos nao? Enchia lhe os bolsos e ramos de flores. Agora o que se passa?0 Renan de tanto medo nem pia….. O Aercio e desculpas atras desculpas e VC Presdiente ainda nao foi dentro porque querem arranjar a desculpa da economia inflacao desemprego. Tretas.A PGR que investigue assuas contas no exterior principalmente no Libano e vao ter surpresa. A justica tarda mas chega sempre. Aguarde

Deixe um comentário