Redes Sociais:
HomeNotíciaConhecimentoSatélite angolano AngoSat poderá ser lançado antes do final do ano

Satélite angolano AngoSat poderá ser lançado antes do final do ano

O primeiro satélite angolano, denominado Ango Sat, poderá ser lançado antes do final do ano. O satélite está a ser construído por um consórcio estatal russo, com recurso ao foguete ucraniano Zenit-3SLB, e envolve ainda a Roscosmos, empresa estatal espacial da Rússia.

África 21 Digital

“A telefonia, os serviços de dados internet a nível nacional vão ter reflexo positivo, mesmo nas zonas remotas;  os seus serviços vão estar mais facilmente conectados aos grandes centros urbanos. Os ganhos do Ango Sat 1 serão transversais, a qualidade dos serviços da rádio e da televisão vão melhorar”, explicou Manuel Homem, diretor-geral do Instituto Nacional para o Fomento da Sociedade da Informação, citado pela rádio norte-americana VOA, que cita especialistas angolanos.
Em termos económicos, Homem assegura que Angola terá também ganhos no plano continental porque vai cobrir a África e uma parte da Europa, o que poderá trazer valências económicas, como a venda de serviços”.
O Ministério garante ter já formado mais de 50 quadros para assegurar a operacionalidade do satélite, outros tantos estão em fim de formação a nível do doutoramento e mestrado na Rússia.
O cientista politico Nelson Pestana considera que o satélite em si é vantajoso mas duvida da titularidade do mesmo “O Ango Sat será bom para os angolanos, o problema é a titularidade; não sabemos se é mesmo dos angolanos ou se pertence a um grupo restrito de pessoas, há pouca informação sobre isso”, adianta Pestana. O principal centro de controlo do primeiro satélite angolano estará localizado em Korolev, na Rússia

Nenhum comentário

Deixe um comentário