Redes Sociais:
HomeNotíciaConhecimentoSatélite angolano pode estar em risco – imprensa

Satélite angolano pode estar em risco – imprensa

O satélite angolano Angosat 1, lançado terça-feira no Cazaquistão e colocado em órbita na madrugada de quarta-feira (27), está em risco, de acordo com informações publicadas hoje pela imprensa russa e angolana. 

África 21 Digital


Foto: AngoRússia

De acordo com notícias veiculadas hoje pela imprensa russa e angolana, os técnicos perderam o contato com o satélite angolano. Até à manhã desta quinta-feira a comunicação com o Angosat 1 ainda não tinha sido restabelecida. Fontes da indústria aero-espacial russa admitem a possibilidade de ter ocorrido um curto-circuito.
Segundo o jornal russo estatal Sputnik, “durante a noite não foi possível restaurar a ligação” e “as tentativas continuam, mas uma anomalia na fonte de energia pode revelar-se fatal”.
O governo angolano, entretanto, tem mantido silêncio, só quebrado por declarações do  ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, ao estatal Jornal de Angola. O ministro disse não existirem “razões para alarme” e que Angola foi informada pelos técnicos da estação de lançamento em Baykonur que o satélite está “na sua base orbital”.
De acordo com as declarações de José Carvalho da Rocha ao Jornal de Angola, será necessário aguardar algumas horas para que se possa concluir “o que se está a passar, com recurso à observação microscópica”. “Deste modo, será possível determinar que comandos enviar para o engenho”, disse o ministro.

Compartilhar

Escrito por: África 21 Digital

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!