Redes Sociais:
HomeNotíciaPolíticaPresidente moçambicano destaca esforços para a paz como um feito de 2017

Presidente moçambicano destaca esforços para a paz como um feito de 2017

“Consolidamos, com base no diálogo e consensos, os nossos esforços visando a manutenção da paz efetiva e duradoura, bem como a unidade nacional”, afirma Filipe Nyusi.


África 21 Digital com Lusa


Foto: PR

O presidente moçambicano, Filipe Nyusi, apontou este domingo a “consolidação de esforços para paz” nas negociações com a Renamo, maior partido de oposição, como um dos principais feitos do seu Governo no ano de 2017.

“Consolidamos, com base no diálogo e consensos, os nossos esforços visando a manutenção da paz efetiva e duradoura, bem como a unidade nacional”, refere Filipe Nyusi, num comunicado da Presidência enviado hoje à Lusa por ocasião da passagem de ano.

Apesar de não avançar detalhes sobre o processo negocial com a Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), o chefe de Estado moçambicano destacou a importância da paz e estabilidade para o desenvolvimento do país.

“Estas ações resultam das medidas arrojadas e de coragem que o nosso Governo tomou e que foram por todos nós assumidas como cruciais para darmos os passos necessários para o desenvolvimento do nosso país”, acrescentou Filipe Nyusi.

Além da paz, Filipe Nyusi destacou a ainda “sinais encorajadores” que o Governo mostrou no combate à corrupção, bem como a construção de “infraestruturas fundamentais” para o desenvolvimento do país.

“Estabilizámos a nossa economia e experimentámos uma relativa valorização do metical face às principais moedas”, declarou o chefe de Estado moçambicano, acrescentando que o seu executivo está consciente de que os desafios ainda existem.

Novo ciclo eleitoral em 2018

As negociações entre o presidente da Renamo, Afonso Dhlakama, e o chefe de Estado moçambicano têm vindo a registar progressos, existindo a expectativa de as partes alcançarem um acordo definitivo antes do novo ciclo eleitoral em Moçambique, que começa em 2018.

No dia 14 de dezembro, Filipe Nyusi deslocou-se ao à Gorongosa, onde o líder da Renamo está refugiado, para um encontro, mas os dois não estiveram frente a frente, tendo sido feita a conversa por telefone.

Depois de uma escalada no conflito militar no centro do país em 2015 e 2016, um cessar-fogo foi decretado por Dhlakama em dezembro e as relações entre o líder da Renamo e o Presidente de Moçambique melhoraram.

As negociações para um novo acordo de paz ficaram marcadas por um aperto de mãos entre ambos a 06 de agosto, quando Filipe Nyusi se deslocou à Serra da Gorongosa para um encontro de cerca de duas horas com Afonso Dhlakama.

Compartilhar

Escrito por: África 21 Digital

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!