Redes Sociais:
HomeNotíciaTurismo & ViagensCom enredo contra a corrupção e a violência, Beija-Flor é a campeã do carnaval do Rio de Janeiro

Com enredo contra a corrupção e a violência, Beija-Flor é a campeã do carnaval do Rio de Janeiro

A escola de samba Beija-Flor, de Nilópolis, conquistou o título de campeã do carnaval de 2018. Corrupção, violência, políticos e desigualdade construíram o enredo que a Beija-Flor levou ao Sambóromo. Um desfile e um samba que levantou os espectadores das arquibancadas. 


África 21 Digital com Agência Brasil


Rio de Janeiro - Integrantes da escola de samba Beija-Flor de Nilópolis comemoram o título de campeã do carnaval de 2018 (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
                     Beija-Flor vence o Carnaval 2018 no Rio

A escola de samba campeã do carnaval de 2018 no Rio de Janeiro é a Beija-Flor, de Nilópolis. A escola apresentou o enredo “Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu”, baseado no livro de terror Frankenstein, de autoria de Mary Shelley, que completou 200 anos.

Comandado por Neguinho da Beija-Flor, o samba-enredo “Monstro é aquele que não sabe amar (Os filhos abandonados da pátria que os pariu)” foi cantado em coro pelo público da Sapucaí, que ao final do desfile ocupou a avenida, seguindo a escola.

“A Sapucaí foi ovacionada pela alegria e emoção. A Beija-Flor fez as pessoas cantarem o samba pelo pedido de socorro. As imagens foram muito fortes, aquele teatro todo retratando o que o nosso país está passando. Foi um grito de socorro dentro de um samba-enredo“, disse Raíssa, madrinha de bateria da escola, citada pelo portal G1.

Paraíso do Tuiuti: da escravidão a Temer

Em uma disputa apertada, a campeã ficou apenas um décimo à frente da segunda colocada, a Paraíso do Tuiuti, que também levou à Marquês de Sapucaí um enredo em que os problemas sociais e políticos do Brasil tiverem lugar de destaque.

A Paraíso do Tuiuti, com enredo histórico centrado na escravidão, denunciou também a recente reforma trabalhista aprovada pelos parlamentares governistas e apresentou no último carro alegórico do seu desfile um vampiro com uma faixa presidencial, numa alusão ao presidente da República, Michel Temer, assim representado, frequentemente, nas redes sociais.

As escolas de samba foram avaliadas em nove quesitos: alegorias e adereços, bateria, fantasia, samba-enredo, comissão de frente, evolução, harmonia, mestre-sala e porta-bandeira e enredo.

Compartilhar

Escrito por: África 21 Digital

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!