Redes Sociais:
HomeNotíciaComportamentosMarrocos acolhe a próxima edição do fórum de mulheres jornalistas de África

Marrocos acolhe a próxima edição do fórum de mulheres jornalistas de África

O Fórum das Mulheres Jornalistas de África terá em setembro a segunda edição e espera reunir mais de 150 participantes.


África 21 Digital com Panapress


A segunda edição do Fórum das Mulheres Jornalistas de África vai realizar-se de 19 a 23 de setembro próximo, em Marraquexe (Marrocos), soube-se este domingo junto das organizadoras deste encontro.

Promovido pela Rádio 2M e pelo Comité Paridade e Diversidade do Grupo 2M, um grupo da imprensa marroquina, este encontro de profissionais, que têm por ambição comum a emergência duma África forte e solidária, acolherá mais de 150 jornalistas provenientes de 40 países do continente.

A rede pretende reunir as profissionais africanas da imprensa para « constituir uma verdadeira força capaz de agir junto dos poderes públicos dos seus respetivos países e uma potência mediática considerável, necessária para esclarecer as grandes questões propostas ao debate », lembrou a fonte.

Marraquexe já acolheu encontro em 2017

A 8 de março de 2017, lembre-se, 100 mulheres jornalistas, entre diretoras, chefes de redação ou simples jornalistas provenientes de 28 países africanos, estiveram reunidas em Marraquexe para um “diálogo sem fronteiras” em torno dos problemas que as mulheres enfrentam nos medias do continente.

A reunião permitiu a criação da rede “As Pan-africanas” e a publicação da carta que exprime as recomendações da rede para responder às principais preocupações das jornalistas em África a fim de reforçar as sinergias entre as jornalistas do continente e lutar contra a propagação de clichés e de estereótipos sobre a imagem da mulher na imprensa.

Desde a realização da primeira edição, a rede está a trabalhar, através de várias ações, para a valorização do papel das mulheres no desenvolvimento de sociedades africanas igualitárias e modernas, refere a fonte.

Compartilhar

Escrito por: África 21 Digital

Nenhum comentário

Deixe um comentário