Redes Sociais:
HomeNotíciaEconomia & NegóciosDívida pública de Moçambique deverá continuar a aumentar – FMI

Dívida pública de Moçambique deverá continuar a aumentar – FMI

O Fundo Monetário Internacional antecipa uma subida da dívida pública em Moçambique nos próximos cinco anos, aumentando de 112,9% em 2018 para 130,7% em 2022, antes de descer para os 122,1% em 2023.


África 21 Digital com Lusa


De acordo com o ‘fiscal monitor’, hoje divulgado em Bali, onde decorrem os encontros anuais do fundo e do banco mundial, a dívida pública de Moçambique vai subir, nos próximos cinco anos, para 118,7% no próximo ano, com um pico de 130,7% em 2022.

A média do valor da dívida pública na África subsariana será de 41,7% este ano, quase três vezes menos que a projeção do FMI para o endividamento de Moçambique.

Angola, por seu turno, verá a sua dívida pública subir para 80,5% do PIB, cerca do dobro da média dos países da África subsariana, descendo depois em 2019 para 71,8%.

O FMI reviu em baixa o crescimento da economia mundial devido ao aumento das taxas de juros e às crescentes tensões sobre o comércio.

A organização divulgou na segunda-feira que a economia global crescerá 3,7% este ano, o mesmo que em 2017, mas abaixo dos 3,9% previstos em julho, revendo em baixo a estimativa para o desempenho de 19 países que usam o euro e para a Europa Central e Oriental, América Latina, Médio Oriente e África Subsariana.

O relatório foi divulgado no âmbito dos Encontros Mundiais do FMI e do Banco Mundial, que se prolongam até 14 de outubro em Bali, na Indonésia.

Compartilhar

Escrito por: África 21 Digital

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!